BOAS PRÁTICAS

18/05/2022

Isso é mesmo para jogar fora?

Cada vez mais ouvimos falar em sustentabilidade, porém muitas vezes este é um conceito que parece estar distante de nós. A verdade é que se cada um fizer um pouquinho, fazemos uma grande diferença no planeta. E tudo isso pode começar com atitudes fáceis, como comprar local, pensar melhor no que consumimos e dar um novo destino às coisas que iriam pro lixo sempre que possível.

É bom lembrar que você não precisa mudar sua vida completamente da noite pro dia! Vai ser muito mais fácil se você for incorporando hábitos mais sustentáveis aos poucos, dentro do que você é capaz e do que é viável de acordo com seu modo de vida.

Hoje vamos dar algumas dicas de como reaproveitar e reutilizar produtos do nosso dia a dia, evitando o desperdício, produção de lixo e ainda economizando bastante no bolso! Vem com a gente!

Substitua os descartáveis pelos reutilizáveis

Já que estamos falando de reutilizar, a primeira coisa é diminuir a utilização de coisas que precisam necessariamente ir parar no lixo. Alguns exemplos disso são:

  • Troque os guardanapos de papel por guardanapos de pano;
  • Tenha sempre em sua bolsa talheres que você levou de casa para não precisar pegar os de plástico nos lugares;
  • Tenha um canudinho de metal ou bambu (ou então pare de usar canudinhos totalmente);
  • Faça café com filtro de pano;
  • Troque a bucha de plástico por uma bucha vegetal;
  • Troque o plástico filme pelas tampas de pano, silicone ou paninhos encerados;
  • Troque o papel manteiga pelo tapetinho de silicone antiaderente;
  • Troque o papel alumínio por uma panela com tampa que possa ir ao forno (pra assar batatas, abóbora, carnes, e outras coisas que você enrolaria no papel alumínio);
  • Use um pincel de silicone para untar formas e evitar o papel toalha;
  • Em vez de absorventes de plástico, experimente os absorventes de pano, o coletor menstrual ou calcinhas absorventes.
  • Em vez de barbeadores de plástico, use um de metal onde você só troca as lâminas.

Aproveite o máximo dos alimentos

Já notou a quantidade de coisa que vai para o lixinho da pia em um único preparo de refeição? Geralmente são pedacinhos ou restos dos legumes e frutas que parecem não ter uso. Mas existem formas de aproveitas mais ainda esses alimentos, das sementes às cascas. E se no fim de tudo, forem mesmo virar lixo, ainda temos uma forma de aproveitar o lixo também!

  • Os talos (como de brócolis, alho poró, couve-flor e folhas), cascas e pontas de legumes (de cebola, de alho, de batata, abobrinha) podem render um belo caldo de legumes para você incrementar sua sopa ou risoto. E o melhor: podem ser congelados e utilizados só na hora de fazer o caldo. (Dica: o caldo também pode ser congelado pronto em forminhas de gelo!)
  • Cascas de frutas podem virar doces, geleias, chás, licores e também podem ser usadas para incrementar bolos.
  • Cascas de legumes podem virar petiscos! Esses de cenoura e batata doce ficam uma delícia.
  • Os talos dos legumes também podem ser consumidos e dão crocância aos preparos!
  • Sementes: você pode plantar e começar sua própria horta ou pode torrar e fazer petiscos.
  • Restinhos de comida em geral, ou talos, cascas, etc que você julgar que não estão legais pro consumo, podem ir para a composteira e virar um adubo super poderoso para suas plantinhas.

O caso das embalagens

Quase sempre, quando compramos um produto, compramos as embalagens junto. Mas aí, o que fazer com esse monte de lixo que elas acabam gerando?

  • Na possibilidade de comprar produtos sem embalagem, prefira. Nas lojas à granel, por exemplo, você pode levar seus próprios saquinhos, potes, vidros, e comprar de tudo, grãos, óleos, cereais, biscoitos, farinhas etc. Nas lojas de roupa, você pode levar uma mochila ou ecobag para não precisar pegar várias sacolas.
  • Leve uma sacola para a feira para evitar os saquinhos plásticos (aliás, leve uma para todo canto, enrole uma ecobag e ponha dentro da bolsa). Além disso, no sacolão, não é necessário também separar cada legume ou fruta em um saquinho, você pode colocar direto na sacola e depois levar para pesar.
  • Alguns produtos oferecem mais de uma opção de embalagem: o milho, por exemplo, pode vir em lata ou vidro; a azeitona pode vir em vidro ou plástico, o molho de tomate pode vir em vidro, lata ou plástico. Nesses casos, sempre prefira o vidro. Normalmente elas custam um pouquinho mais caro, mas em compensação, evitam o desperdício (menor chance de o alimento estragar depois de aberto) e depois os vidros podem ser utilizados para guardar outros alimentos na dispensa, evitando os potes de plástico.
  • Às vezes só tem embalagem de plástico: é o caso dos sorvetes, por exemplo. Mas aí temos o clássico feijão no pote de sorvete para provar que sua mãe já era sustentável antes de começarem a falar disso!
  • Outros produtos podem ser substituídos por outras versões ou coisas que funcionam de maneira semelhante para evitar as embalagens, principalmente as plásticas. Por exemplo, sabia que existem shampoos e condicionadores em barra? Sabia que os desodorantes caseiros são super baratos e fazem bem à pele? Sabia que com quatro ingredientes dá pra fazer um sabão de roupas e um limpador multiuso que pode ser usado na limpeza da casa inteira?

Transforme seu guarda-roupa

A indústria da moda tem um impacto gigante no meio ambiente, porque a cadeia de produção das roupas consume muitos recursos (água, luz, tinta para tingir os tecidos, etc). Mas tem formas de se ter um guarda-roupa estiloso sem contribuir para esse efeito sobre o planeta. Quer saber como?

  • Você já ouviu falar em “armário cápsula”? Esse é um conceito no qual temos poucas peças de roupas, mas elas combinam entre si de diferentes formas, além de uma peça poder ter vários usos (um vestido pode virar camiseta, um lenço vira cinto, etc).
  • Compre de brechós! Além de serem muuuuito mais baratos que nas lojas comuns, as peças podem ser muito mais duráveis e de muito mais qualidade.
  • Conserte! Com um pouquinho de criatividade, você consegue dar uma nova vida ou então um novo detalhe para uma peça rasgada. Calças podem virar shorts, vestidos viram blusas, camisetas viram cropeds, mas mais que isso: tem jeitos super legais de fechar buracos e rasgos nas roupas que fazem o reparo ser único!
  • E sobre as roupas que você não quer mais (não precisam estar necessariamente velhas!), doe, venda ou dê de presente para os amigos!

Pequenas coisas que fazem a diferença na casa

Agora vamos às dicas de como diminuir o desperdício e o lixo em geral, com pequenas ações que ajudam o planeta!

  • Cancele o recebimento de faturas impressas e peça para receber por email.
  • Não amasse papeis que vão para o lixo: isso dificulta a reciclagem. Rasgue ou corte em tiras.
  • Faça o descarte correto de eletrônicos.
  • Troque a escova de dentes de plástico por uma de bambu.
  • Troque as lâmpadas incandescentes (aquela com filamento) pelas LED. Elas gastam muito menos energia, demoram mais a queimar e já existem em todas as temperaturas (para quem não gosta de luz branca).
  • Em vez de amaciante, use vinagre de álcool.
  • Recolha a água da máquina de lavar no tanque ou em baldes e use para lavar o carro, o chão de casa, quintal ou calçada. Não use para molhar as plantas por conta do sabão.
  • Recicle! Separe o lixo reciclável com tudo que for de plástico, metal, vidro e papel. Exceções: papeis com gordura, como guardanapos e caixas de pizza e papel higiênico. Se tiver na dúvida se uma embalagem é reciclável, verifique se ela contém o símbolo da reciclagem. Evite separar peças pequenas, como tampas de plástico, porque quanto menor a peça, mais difícil de reciclar. Lave as embalagens de comida para evitar o mau cheiro e o aparecimento de bichos e separe e proteja vidros e objetos cortantes, para evitar que catadores se machuquem.
  • Paracatu possui coleta seletiva. Confira no site da prefeitura de Paracatu os trechos de coleta e tipos de materiais recolhidos. Se não tiver coleta seletiva no seu bairro, você pode levar os materiais direto lá na COOPERCICLA, localizada na Rua Travessia Dom Serafim, 65, bairro Arraial D’Angola. O horário de funcionamento é de segunda à sexta, de 7h às 17 horas. Os vidros geralmente também têm locais de coletas específicos, para evitar que os lixeiros se machuquem.
  • Recicle seu óleo usado! O óleo de fritura não deve ser descartado na pia, pois pode entupir o encanamento, além de contaminar a água na proporção de 1 litro de óleo para 20 mil litros de água! Você pode descartá-los nos pontos de coleta, ou então fazer sabão, um forma bem legal de reutilizar esse óleo de cozinha. Segue a receita de família que a Berenice Maria compartilhou com a gente:Você vai precisar de:
    • 3 litros de óleo usado;
    • 3 litros de sebo derretido;
    • 4 litros de álcool (comprado no posto de gasolina)
    • 1 quilo de soda de boa qualidade;
    • 3 litros de água fria;

Derreta o sebo e esquente um pouco o óleo. Dissolva a soda nos dois litros de água, misture com o óleo, o sebo e o álcool. Se quiser , bata as folhas de mamão no liquidificador com um litro de água e coe. Misture aos outros ingredientes e mexa devagar. Quando começar espumar, despeje numa vasilha e deixe endurecer. Corte no tamanho desejado.
Observação: Use somente vasilhas plásticas, use máscaras de proteção durante a realização da receita.

Agora que você já tem um guia de como levar uma vida sem desperdícios e mais sustentável, aproveite para conhecer conteúdos superinteressantes sobre sustentabilidade!

Filmes 

Cowspiracy: O Segredo da Sustentabilidade – Disponível na Netflix

Minimalismo Já – Disponível na Netflix

O Sal da Terra – Disponível na Globoplay

Lixo Extraordinário – Disponível na Globoplay

Podcasts 

O tempo virou – Giovanna Nader

Virada na Vida – Camila Fava Pestana

Mudança de Rota – Paula Pompeu Fiuza

Livros 

Uma Vida sem Lixo – Cristal Muniz

Com que roupa? – Giovanna Nader

Se quiser mudar o mundo – Sabrina Fernandes

Compartilhe!

Artigos relacionados

Editais educação Edital Penas Pecuniárias iniciativas
EDITAIS

Programa Emergencial de Fomento ao Setor Cultural é aprovado

Projeto Integrar

04/11/2020

Ler mais
Editais educação Edital Penas Pecuniárias iniciativas
EDITAIS

Plataforma integrar reúne editais disponíveis; confira

Projeto Integrar

23/10/2020

Ler mais
FORÇA-TAREFA

Academia de Letras do Noroeste de Minas estreia série de podcasts

Projeto Integrar

16/07/2020

Ler mais

Apoie os produtores e iniciativas locais!

Inscreva-se na nossa lista de transmissão

Inscreva-se